Seguidores

quarta-feira, 12 de junho de 2013

ROMEU E JULIETA por WILLIAM SHAKESPEARE





“Amor é uma fumaça que se eleva com o vapor dos suspiros; purgado, é o fogo que cintila nos olhos dos amantes; frustrado, é o oceano nutrido das lágrimas desses amantes. O que mais é o amor? A mais discreta das loucuras, fel que sufoca, doçura que preserva.” – Romeu

.“Meu único amor, nascido de meu único ódio! Cedo demais o vi, ignorando-lhe o nome, e tarde demais fiquei sabendo quem é.” – Julieta ao descobrir a identidade de Romeu

.“No céu o olhar de minha amada flutuaria pelo éter, tão brilhante que os pássaros começariam a cantar, pensando que era dia.” – Romeu
 
“Farei com que comeces a pensar que esse teu cisne não passa de um urubu.” – Benvólio se referindo a Rosalina, antigo amor de Romeu.
.
“Se o amor é cego, não pode acertar o alvo.” – Mercúcio
.
“Ah, ela ensina as tochas a brilhar! Parece estar suspensa na face da noite, tal qual joia rara na orelha de uma etílope; beleza incalculável, cara demais para ser usada, por demais preciosa para uso terreno!” – Romeu definindo Julieta a primeira vez que a viu.
.
“Este amor em botão, depois de amadurecer com o hálito do verão, pode se mostrar uma bela flor quando nos encontrarmos novamente.” – Julieta
 
.
Postar um comentário